Vem chegando o verão e começamos a nos lembrar das “dobrinhas” que normalmente adquirimos com os excessos do inverno, não é?

Quando pensamos em perder peso, a primeira recomendação sempre é a dupla: “dieta e exercício”, certo?
Mas, e quando já estamos fazendo isso e o resultado não vem? O que fazer?

O ideal é que você converse com especialistas no assunto para avaliar o que esta acontecendo, mas vamos falar aqui um pouco sobre algumas possibilidades:

1. Avalie sua saúde

Embora não sejam frequentes, algumas alterações hormonais podem te atrapalhar no processo de perda de peso. Um endocrinologista é o profissional mais adequado para realizar essa avaliação.

2. A sua dieta está inadequada

Por mais que se fale sobre alimentação saudável e você já esteja implementando o que lê a respeito, procure um profissional nutricionista para ver se o que você faz está adequado ao seu quadro clínico e á sua atividade física. Lembre-se que é necessário que você tenha uma alimentação de qualidade, mas a adequação da quantidade é tão importante quanto a qualidade.

3. O seu exercício está inadequado

Para emagrecer com exercícios, não basta apenas mexer o corpo. Os profissionais de educação física são as pessoas habilitadas para avaliar seu quadro atual e prescreverem exercícios que proporcionarão o estímulo adequado ao seu organismo para que voce tenha a resposta de perda de gordura.
Um exemplo muito simples: muito provavelmente pedir para um carteiro fazer meia hora de esteira diária não será estímulo suficiente para que ele perca muito peso. Ele já anda o dia todo, portanto, precisa de um estímulo diferente vindo do atividade física.

4. Você precisa ter mais constância

Considere que o processo de engorda normalmente é um processo lento e gradativo. Da mesma maneira, só perderemos peso com eficácia se fizermos o processo reverso com calma e constância. Não adianta se matar nos exercícios e morrer de fome durante a semana e simplesmente não levantar do sofá e largar a dieta nos finais de semana!

5. Reveja suas expectativas

Como dissemos acima, normalmente o processo de ganho de peso é lento. Óbvio que todos gostaríamos que a volta fosse rápida, mas isso não é uma verdade. Ajuste sua dieta e seu exercício e tenha paciência. O seu organismo fará a lição de casa no tempo dele e trará resultado. Estabeleça metas com prazos mais longos. Se ficarmos na expectativa de muita perda em pouco tempo, fatalmente teremos a sensação de que nosso esforço está sendo em vão e a tendência é desistirmos antes do final.

6. Reavalie sua composição corporal

Existe também a possibilidade de você estar tendo resultado de perda de gordura sem necessariamente muita perda de peso na balança. É fortemente recomendável que você avalie a sua composição corporal antes e durante o processo de prática de atividades físicas e reeducação alimentar. O exame de bioimpedância é uma das melhores opções para você obter esses dados.