Parar de fumar faz parte das promessas de muito brasileiros.

Alguns tem vontade e não conseguem, outros acham que o consumo do cigarro não faz tão mal assim e tem ainda as pessoas que convivem com os fumantes e não conhece os riscos que pode estar enfrentando.

Por isso, conversamos com nosso médico Osmar Pedro Casseb, que nos respondeu as principais dúvidas sobre o tabagismo e deu dicas para quem quer parar de fumar.

O que o hábito de fumar pode causar para a saúde?

O cigarro tem efeitos nocivos a praticamente todos os sistemas do corpo humano. As pessoas tendem a se lembrar apenas dos problemas pulmonares, como o câncer de pulmão e o enfisema pulmonar, mas geralmente não associam outras doenças importantes causadas pelo cigarro ao hábito de fumar. O cigarro é uma das principais causas de doenças cardiovasculares, como o infarto do miocárdio e o acidente vascular cerebral, aumenta a incidência de vários tipos de câncer, como os de boca e esôfago, aumenta o risco de osteoporose e está associado a problemas de ereção em homens e de infertilidade em mulheres.

Parar de fumar depois de muitos anos pode mudar a saúde?

Com certeza. Os benefícios trazidos pela cessação do tabagismo começam a aparecer rapidamente, mesmo para quem fuma há muitos anos. O risco de infarto agudo do miocárdio cai pela metade após 1 ano sem fumar. Em apenas 2 dias já se pode notar uma melhora do olfato. O risco de osteoporose e do desenvolvimento de novos cânceres também é reduzido, bem como a progressão de doenças respiratórias.

Pessoas que convivem muito com fumantes podem estar com a saúde em risco?

Sim. A convivência em um mesmo ambiente com fumantes, como dentro de casa ou no trabalho, aumenta a incidência de problemas respiratórios. Quanto maior a quantidade e o tempo acumulado de exposição, maior o risco. Isso é ainda mais preocupante nas crianças, que quando expostas à fumaça do tabaco têm maiores incidências de infecções respiratórias e maiores chances de se tornarem adultos com doenças pulmonares.

Quais são os caminhos indicados para quem quer parar de fumar?

Cada tabagista possui uma relação diversa com o cigarro. A orientação sobre as medidas para parar de fumar deve ser individualizada, e, para isso, uma avaliação de um especialista pode ser de grande ajuda. Devem ser verificados o grau de dependência à nicotina e os fatores comportamentais e psicológicos que possam dificultar a cessação. Em alguns casos, pode-se utilizar medicações que diminuem o desejo pelo cigarro. Como medidas gerais para parar de fumar pode-se citar a realização regular de atividade física e o afastamento dos hábitos que façam a pessoa ter vontade de fumar (café e bebidas alcoólicas são exemplos frequentes).

 

Comente com o Facebook