Começar o ano cuidando da saúde é muito importante.

Fazer exames preventivos e ter acompanhamento médico pode ajudar na detecção e tratamento de doenças de forma precoce.

Você sabe quais especialidades deve procurar para fazer um check-up?

Conversamos com nosso médico Nemer Luis Pichara, que nos respondeu sobre as principais dúvidas sobre como cuidar da saúde de forma preventiva.

Quais especialidades devo procurar durante o ano e com qual frequência?

Um check-up médico pode ser realizado para garantir que está tudo bem com a saúde e diagnosticar precocemente alguma doença que ainda pode não ter manifestado com sintomas.

Normalmente, a necessidade de se realizar um check-up depende do estado de saúde da pessoa, seu histórico pessoal e familiar de doenças, entre outros.

Pode-se procurar inicialmente um clínico geral ou cardiologista.  Mulheres devem passar também regularmente com a ginecologista e os homens após os 40 anos com o urologista.

Com qual frequência devo fazer check-ups? E em qual idade é recomendada?

Geralmente se recomenda realizar os exames anualmente a partir dos 40 anos, tanto para homens quanto mulheres. No check-up as ações são para prevenir, orientar e caso encontre alterações, tratá-las.

Não existe uma regra, caso pacientes mais novos queiram realizar avaliação da sua saúde podem realizá-la a qualquer momento.

As mulheres devem ter um acompanhamento a partir da primeira menstruação e também os homens acima dos 18 anos.

Quais hábitos ajudam a manter a saúde?

Cuidados com alguns hábitos podem agregar mais saúde e qualidade de vida:

  • Atividade física regular diminui a obesidade, hipertensão, doenças cardiovasculares, diabetes, hipertensão, além de dar mais disposição e energia. Estudos recentes, mostraram que não é apenas a falta de atividade física que pode diminuir a expectativa de vida, mas também a quantidade de tempo gasto sentado. Quem trabalha sentado então, deve fazer alongamento, levantar periodicamente e reposicionar o corpo.
  • Comer melhor, melhorar o cardápio pode ser chave para uma boa saúde. O abuso de alimentos ricos em gorduras saturadas, sódio e açúcares é um gatilho para doenças como infarto, derrames, hipertensão, obesidade, diabetes e até câncer. Hábitos saudáveis como consumir mais oleaginosas (nozes, castanhas, avelãs, amêndoas e pistache) reduz o risco de doenças cardíacas quando consumidos com frequência maior (cinco vezes por semana). Elas são ricas em gorduras boas, em especial o ômega 3, que diminuem as taxas de colesterol ruim e evitam a formação de placas de gordura que obstruem as artérias.
  • Dormir bem, repor as energias do dia com uma boa noite de sono é também muito importante.
  • Outros cuidados como o controle do peso corporal, controle da ansiedade, respirar adequadamente, a forma de encarar os problemas do dia a dia, cessação do tabagismo, cultivar os bons amigos são igualmente importantes também.

Quais hábitos prejudicam a saúde?

Pular refeições, exagerar no consumo de carne, ingestão de refrigerantes, consumo pobre em fibras, sedentarismo, ingestão de sal excessivo, entre outros são prejudiciais à saúde.